Don’t Photoshop My Heart #13

Imagem

 

E chegamos a Décima Terceira mixtape. Achei meio girly… e ela acabou ficando assim por causa da capa. Enfim. Altero esse texto depois… ou não.

Kate Nash – Foundations
Santigold – Disparate Yout (Switch Remix)
Ke$ha – Thinking of You
Remi Nicole – Another Day
Marina & the Diamonds – Girls
Fujiya & Miyagi – Pussyfooting
The Ting Tings – Hang it Up (Inertia Remix)
Css – Hits me Like a Rock
LIly Allen – 22
Grimes – Vanessa
St. Vincent – Cheerleader
Lana Del Rey – Lolita
Christina Aguillera – Best of Me

Ouçam: http://8tracks.com/britoislove/13-don-t-photoshop-my-heart

Don’t Photoshop My Heart #12

Imagem

Voltando aos poucos e com calma pra cá. Mixtape com muita dorzinha de cotovelo procês… what a waste, I could’ve been your lover.

 

Belle and Sebastian – Little Lou, Ugly Jack, Prophet John (Feat. Norah Jones)
M83 – Wait
Death Cab for Cutie – Death of an Interior Decorator
Sharon van Etten – Serpents
Metronomy – We Broke Free
Ed Sheeran – Give me Love
Grandphone Vancouver – Miss Me
Frank + Derol – Barely Love you Too
Cat Power – Cherokee (Nicolas Jaar Remix)
Metric – Hustle Rose
Best Coast – Boyfriend
Talma&Gadelha – Se fosse feio

Ouçam: http://8tracks.com/britoislove/don-t-photoshop-my-heart-12

Don’t Photoshop My Heart #11

Não é realmente nenhuma novidade a minha incapacidade de conseguir lidar bem com toda a situação que está rolando. Não sei se fiz o certo, mas certamente o fiz. Acho que foi a decisão mais “coração” que tomei nos últimos tempos, e põe tempo nisso, its not being easy. É meio louco, e sinceramente não consigo por em palavras.

A mixtape tem uma vibe meio misticismo, e é sobre crenças. Quero acreditar que tem alguma coisa boa pra acontecer, e me seguro nisso. O título da capa da mixtape já foi “Um pedaço de todas as coisas boas do mundo”, mas agora eu só consigo olhar pra essa foto e pensar no quanto eu quero mudar. Me mudar. Se você tem um grande amor na sua vida, ou um amor baixinho, realmente não importa, aproveite. Aproveite.

The Do – Slippery Slope
Florence and the Machine – Heartlines
Black Mountain – Wucan
Of Montreal – Bat Macumba (Cover de “Os Mutantes)
Cat’s Eyes – Over You
Kate Nash – Mansion Son
Lykke Li – Jerome
Massive Attack – Paradise Circus
Black Black Hills – The Celebration
Warpaint – Elephant
Air – African Velvet

Pra ouvir: http://tinysong.com/p/558ec

(Se alguém quiser alguma faixa, é só dar o toque que envio… )

Oe oe oe, eu sou mais indie que você!

Lembro dos áureos tempos da música, lá por 2005 ou algo do tipo, onde eu escutava muito funk (?) eletrônico, haha, e o Bonde das Impostora cantava sobre essa cena indie que nascia, e sobre os hypes da internet na época. Um desses hypes (ou fazedores de Hype) da época, o Lúcio Ribeiro, grande crítico/jornalista/produtor musical que sempre com seus ouvidos abertos para coisas novas que estavam rolando, apontava o que ia fazer sucesso ou não. Ainda leio tudo que ele escreve, e fala sobre o mundo da música.

A dica de hoje veio do blog dele, o Popload. Anthony Lee é um desses caras que faz aqueles vídeos ultra bem sacados com uma galera oriental da dança. Recentemente eles soltaram alguns vídeos de músicas do momento, como essa do Gotye:

Porque também tem funk indie por aí… (dica do @morbid_glamour)

Um amigo meu, o @morbid_glamour, me indicou um dia desses os mashups sensacionais do MashmyAs$… e num é que de cara, caiu nas minhas graças?

Pra quem curte funk fica essa super dica, não sei bem como é classificado o tal do mashup, se é remix ou não é (alguém sabe?) mas sei que curto muito as misturas inusitadas, e vivo baixando um ou outro, esses em especial, tem uma pegada de misturar funk com qualquer coisa que você nunca esperaria, tipo música da xuxa, música indie, rock farofa e afins… Solta o play e vai curtindo!