É impossível não acharmos que estamos fazendo a coisa errada com o nosso coração quando chegam os domingos de ressaca ou as noites de chuva, e você sabe que seriam horas as quais você mais gostaria de um cobertor humano. Você vira de um lado para o outro, esbarra com o celular ou com as cobertas que precisam ser lavadas e se pega olhando para o teto, que parece mostrar mais do que deveria. As palavras omitidas, as conversas que só aconteceram dentro da sua cabeça ou as batatas fritas que você se imaginou dividindo. Onde está o celular mesmo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s