Future Starts Slow…

Quem me é próximo, deve saber a relação que eu tenho com essa música do The Kills. Estava navegando agora pelos meus feeds, e foi impossível não replicar aqui esse texto que eu vi no blog da Dani Arrais, que para mim…

Pareceu uma solução aliviadora de todos os males e de todos as confusões que 2011 me proporcionou até agora. E transformar 1 minuto em 10 anos, e olhar para a situação atual com uma certa nostalgia pacificadora. Paz.

O passado é agorinha, de Ana Guadalupe

a solução para os desastres do presente
é falar do agora com o distanciamento de uma década
dias de tardes longas ou infinitas semanas

recortar o agora e mandá-lo em carta histórica
para outro continente enquanto se descobre este
cria-se um tempinho para que o conheça com calma

aplicar um filtro de antiguidade no agora
empregar tecnologia, tempo verbal e a colaboração de todos
grato, ass: o síndico

ótimo álibi para tudo dizer sem problema:
“ontem gostei muito deste livro sobre o sucesso na vida noturna”
“pensei em você durante horas, já passou caso não queira”
“do contrário confesso que tudo continua”

qualquer besteira será automaticamente redimida
já faz tempo, tudo muda, você pode ser nova pessoa
o que falei há pouco já está na quinzena passada
há uma linha era ok ser idiota

E encerro a postagem com o link para o vídeo de “Future Starts Slow”, do The Kills:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s